Reflexão na Internet

O Cardoso escreveu um post entitulado ‘Solução para os dilemas éticos, responsabilidade, credibilidade, bla bla e bla…’ que, apesar de não concordar com o que ele disse, adorei a reflexão que ele trouxe e principalmente o que alguns outros blogueiros disseram. A minha opinião, cá está:

Uma coisa temos de convir que o Cardoso fez de extremamente valoroso: gerou um belo debate. Dá gosto ver certas opiniões em textos como esse. Concordo em gênero número e grau com o Rodrigo P. Ghedin e achei extremamente interessante quando o Flávio Amieiro disse “Eu simplesmente não leio nada que não exija que eu pense para isso”. Quer dizer que o post o fez pensar. Bem ou mal, o problema do brasileiro muitas vezes é o bolso. Falo de mim. Tenho um blog, PutsGrilo!com, e gostaria muito de escrever só o que gosto, o que tenho propriedade para falar, e criei uma categoria só pra isso. O bolso grita quando você citou em um dos seus posts as palavras “Viviane” e “Araújo” e no meio de tanta reflexão interessante – como essa – o que está no topo das tuas estatísticas são as benditas palavras. E elas só estão alí para levar os tais paraquedistas a uma foto ou vídeo. Nesse mundo tem gente para tudo. Gente procurando diversão, gente buscando simplesmente sacanagem ou fofoca na internet e gente buscando pensar em frente a um monitor. Muitas vezes até, o mesmo que busca pensar é aquele que busca esses termos fuleragens e fazem tuas estatísticas explodirem. Tem gente para tudo. Que jogue a primeira pedra quem apenas pensa na frente do monitor e nunca entrou no orkut ou no Youtube para se divertir. E diversão pressupõe besteira. Precisamos abrir nossa cabeça com responsabilidade. Fiz um post sobre isso, tratando da questão noticiosa na blogosfera sobre a morte de ACM. A internet surgiu como ‘arma’ e se tornou mídia. Precisamos de muito cuidado ao manusear armas para que não seja disparado um tiro acidental. Nem pelo cano, nem pela culatra.
Abraços, grandes blogueiros pensantes e parabéns, Cardoso, por nos proporcionar esse debate.

•••