E não diziam que o espaço era a fronteira final? Pelo menos para o setor de turismo, essa barreira está prestes a cair. Testes e mais testes estão sendo realizados com veículos que viabilizarão as viagens espaciais, e nessa nova corrida espacial uma empresa anda se destacando das demais: a Virgin Galactic.

De propriedade do bilionário inglês Sir Richard Branson, o conglomerado Virgin atua em diversos setores, como gravadora musical, lojas de discos, equipe de Fórmula 1 e nessa recente empreitada de turismo espacial. De fato, o objetivo de Sir Branson é popularizar os vôos espaciais, se é que se pode chamar de popular um tíquete de viagem começando em 200 mil dólares.

A SpaceShipTwo (SS2) já realizou os primeiros vôos de teste com sua nave-mãe, apelidada por ora de White Knight Two, e a expectativa é que as viagens comecem já em 2011. No último teste realizado no deserto de Mojave, nos Estados Unidos, as duas aeronaves voaram acopladas, mas ainda sem se separar. Segundo a Virgin Galactic, essa separação acontecerá a 60 mil pés de altura (18,3 km), quando a SpaceShipTwo acionará seus foguetes rumo à órbita alta da Terra.

A viagem pela Virgin Galactic terá tudo o que se espera de um passeio do tipo: a vista das estrelas num céu limpíssimo, a observação da Terra bem do alto e, por alguns minutos, os tripulantes da SpaceShipTwo experimentarão a sensação da gravidade zero. Confira abaixo algumas fotos da SpaceShipTwo acoplada à White Knight Two e um vídeo de divulgação de como acontecerá a viagem, da decolagem à aterrissagem.

Fonte: Globo.com

•••