Depois do enfurecido ataque em Paris aos cartunistas da revista francesa Charlie Hebdo, eis que a empresa resolve lançar a nova edição com uma tiragem 50 vezes maior que o habitual. Será que tem alguém tirando proveito da situação?

charlie hebdo

A revista de humor Charlie Hebdo volta às bancas na quarta-feira, dia 14 de janeiro de 2015, com uma tiragem um tanto quanto superior ao habitual. Com tiragens 60 mil exemplares, a revista de humor sempre foi uma referência no mundo mas nunca tão popularizada quanto após o atentado. A primeira edição pós-atentado está saindo com nada mais nada menos que tiragem de 3 milhões de exemplares ou 50 vezes a tiragem habitual. A distribuidora MLP parece comemorar.

Com uma procura exagerada de seus exemplares, o mundo quer conhecer cada vez mais o humor ácido dos cartunistas e o que tanto motivou o atentado terrorista. E o que se encontra não é muito animador. Charges redundantemente carregadas de agressões em forma de humor explicam, embora não justifiquem, a fúria violenta dos extremistas islâmicos.

O humor sempre esteve protegido pelo pretexto de uma causa nobre, mas as consequências de um humor ácido são tão devastadoras quanto a mais indigesta opinião formada sob o espectro dos preconceitos não menos extremistas. Preconceitos e humores ácidos que intimidam, reprimem, incitam, violentam e, porque não, matam.

#JeNeSuisPasCharlie

Eu me solidarizo com as vítimas do atentado, com o ataque à liberdade de imprensa, mas #EuNãoSouCharlie. Não compartilho destes ideais de sociedade democrática em que o humor está acima do respeito às crenças, fé, etnias, culturas, gêneros, sexualidades e tantos outros temas tão delicados e que fazem tantos sofrerem mundo afora.

Não me identifico com o racismo caricatural degradante com o qual a Charlie Hebdo representa o mundo islâmico. Nem tampouco concordo com a constantes repetições midiáticas de que a Charlie Hebdo utiliza apenas um crayon. Este lápis é sim uma arma! E não dispara balas ou bombas, mas preconceitos, ofensas, ódio, humilhação.

Tudo isto para fazer rir ou para fazer dinheiro? Acho que a tiragem de 3 milhões de exemplares responde por si. E antes que me venham criticar, eu não sou muçulmano nem sequer cristão. Mas também não sou Charlie.

O sucesso do WhatsApp é incontestável. Mas junto com este estrondoso sucesso, vem também uma insatisfação com determinadas limitações do aplicativo. Pensando nisso, programadores desenvolveram o WhatsApp+ ou WhatsApp Plus.

WhatsApp Plus

Agora, o WhatsApp Plus caiu no gosto dos usuários e a procura só aumenta. Mas será que este aplicativo vale a pena? É seguro? Não tem perigo? É fácil de instalar? É legal? É possível encontrar na Google Play Store? E na Apple Store? Vamos por partes.

O que é o WhatsApp+?

Nada mais é do que um aplicativo não oficial, que permite aos usuários personalizar a interface do WhatsApp Messenger Oficial, oferecendo a possibilidade de escolha de temas, cores, fundos, além da possibilidade de utilização de emoticons que não estão na lista básica de emojis, a remoção do aviso (visto) de recebimento e leitura/visualização de mensagem, seleção de qualidade de áudio e vídeo e aumento do limite de envio de mídia.

Ok. Mas é tão bom assim?

Vale a pena?

Bem. A resposta a esta pergunta segue o critério de cada um. Mas, se você quer formar uma opinião antes de baixar o app e correr o risco de perder algo, vale saber que todas as mudanças só tem efeito no seu celular e no celular de quem tiver o mesmo WhatsApp Plus instalado. Isto significa que se você mandar um emoticon que não está na lista básica ou usar cores ou fontes nas suas mensagens, estas características só poderão ser visualizadas se a pessoa para quem você enviou tiver WhatsApp Plus. Caso tenha o aplicativo original, ou oficial, verá como uma mensagem simples e o emoticon ficará como um código indecifrável.

Atenção! Você deve ficar ciente que para instalar o aplicativo não oficial em qualquer dispositivo é necessário antes desinstalar o oficial. Com isto, você pode perder alguma informação, algum dado, contato, imagem ou grupo. Por isto, é sempre recomendado fazer o backup de tudo antes de qualquer coisa.

Mas o WhatsApp Plus é seguro? Tem perigo?

Como todo aplicativo extraoficial, sempre há riscos. É possível que alguém modifique o aplicativo e o disponibilidade configurado para roubar seus dados e senhas. Mas fazendo o download no site oficial, isto provavelmente não acontecerá.

E como descarregar, baixar e instalar o WhatsApp Plus!
Bem. Para utilizar o aplicativo, é necessário primeiro que você identifique em qual dispositivo você pretende utilizar. Existem versões diferentes do WhatsApp+ para iOS (Apple – iPhone e iPad), Android (todos os celulares da Samsung [Galaxy], LG, Alcatel, Motorola e outros) e Windows Phone.

WhatsApp Plus para iPhone

No caso do iPhone, como o WhatsApp+ não é um aplicativo oficial e a Apple faz um filtro para disponibilizar apps na Apple Store, não é possível baixar e instalar o aplicativo por esta loja. Neste caso, é preciso fazer jailbreak do seu iPhone, ou seja, destravar. Destravado, seu iPhone perde a garantia, mas não é nada ilegal. Ilegal é baixar arquivos com direitos autorais reservados. Feito o jailbreak, você deve acessar a loja não oficial Cydia e lá sim, no repositório BigBoss, fazer o download e instalação do WhatsApp Plus atualizado conforme o vídeo:

Whatsapp Plus para Android

O Android tem a instalação diferente. Não adianta seguir até a Google Play Store e procurar o WhatsApp Plus atualizado porque ele foi removido. Nada impede que coloquem outro no lugar, mas por enquanto não tem nenhum na Google Play Store.

Então basta você fazer o download do arquivo apk do WhatsApp Plus ou da famosa versão Holo e instalar conforme o vídeo abaixo:

Vale lembrar que o oficial deve ser removido antes e sugerimos ser feito um backup de tudo.

Instalar WhatsApp Plus em PC

Mas vale lembrar quem também existe a possibilidade instalar o WhatsApp Plus no PC seguindo primeiro os passos do post PC: Como Instalar o WhatsApp no Computador mas seguir a instalação do WhatsApp Plus em vez do WhatsApp oficial.

WhatsApp Plus para Windows Phone

Este é o mais fácil de todos. Para instalar o WhatsApp+ no Windows Phone, basta entrar na Windows Phone Store e procurar pelo aplicativo. Encontrado, basta clicar em ‘Instalar’ e voilá! Para facilitar ainda mais, é só te damos uma mãozinha. Aqui está o WhatsApp Plus!

Este ano realmente deu o que falar! Pelo menos nas redes sociais, onde todo mundo é mais bonito, mais participativo, mais inteligente e mais politizado! Né? Está cada vez mais óbvio que em redes os assuntos tomam proporções gigantescas e afetam diretamente as relações de amizade e relações familiares fora do ambiente cibernético!

RECORDE

Temas tidos como polêmicos ou trágicos ganham repercussões, desde curtidas, a compartilhamentos, seguidas de discussões e até desentendimentos. O Facebook ranqueou os temas mais populares deste ano, tanto no nível global, quanto no nacional! O Brasil ganhou destaque nos primeiros cinco assuntos com A Copa do Mundo 2014 e As eleições do Brasil, com direito a várias compartilhamentos de vídeos e milhares de memes.

O ranking e relatório completo foi divulgado pelo setor de marketing do próprio Facebook. Entre outros assuntos, estão a morte do ator Robin Williams, o conflito de Gaza e o vírus Ebola!
Abaixo a lista completa dos 10 assuntos:

Facebook:

Assuntos mais populares no Facebook em 2014

1 World Cup
2 Ebola virus outbreak
3 Elections in Brazil
4 Robin Williams
5 Ice Bucket Challenge
6 Conflict in Gaza
7 Malaysia Airlines
8 Super Bowl
9 Michael Brown/Ferguson
10 Sochi Winter Olympics

No país, dentre os assuntos que tiveram maior popularidade neste ano foram as eleições, copa do mundo, o jogador Neymar, a sua ex-namorada Bruna Marquezine, a cantora Claudia Leitte e também o vírus Ebola! Confira a lista completa abaixo:

Facebook Brasil: Assuntos mais populares em 2014

1. Eleições
2. Copa do Mundo
3. Carnaval
4. Dia das Mães
5. Neymar Jr.
6. Surto do vírus ebola
7. Bruna Marquezine
8. Conflito em Gaza
9. Claudia Leitte
10. Desafio do Balde de Gelo

Eles são como bichinhos de estimação! Mas mesmo eles também querem ter seus próprios animais de companhia, mesmo que esses não sejam para lá de atípicos. No novo curta dos Minions, divulgado essa semana, uma dessas criaturas fofinhas tem a ideia de conseguir seu bichinho de estimação depois de ver pessoas caminhando com gatos e cachorros.

minion

A saga por conseguir um bichinho de estimação é a aventura do Minion em Puppy. Assista ao curta, que traz mais do que vem por aí com o filme anunciado dos Minions:

Mesmo depois de dois anos de sucesso do lançamento da música Gangnam Style, o cantor Psy continua em evidência no Youtube com o vídeo que mexeu com sua carreira e o tornou famoso no mundo todo! Essa semana, o vídeo alcançou a marca de 2.147.483.647 de visualizações e simplesmente quebrou mais uma vez o record do canal de vídeos mais conhecido e conseguiu quebrar o próprio site!

gangnam-style

O problema é que o Google não contava que o hit atingiria a marca de 10 digitos e os desenvolvedores do canal tiveram que refazer o código para suportar as bilhões de visualizações iniciadas por Gangnam Style. Com a reformulação, agora é possível ser visto por mais de 9 quintilhões de vezes.

Ainda colocaram um ‘easter egg’ para tirar onda com a situação, ao passar o mouse por cima do contador, os números ficam girando como numa roleta! Google se saiu muito bem nessa!

Assista ao vídeo de novo e confira: