Seria Engraçado Se Não Fosse Trágico: Cachorro Mata Dono com Tiro
Ilustrador do G1 imaginou a cena (Ilustração/G1)

Notícia mais que estranha no G1. Estranho também é o tom de deboche dados nos jornais. A parcialidade imperou no jornalismo brasileiro esses dias. Que é estranho, é. Que é engraçado, pode até ser. Mas uma pessoa morreu!

Perry Price, um professor de matemática, estava caçando um ganso. Depois de atirar na ave, ele pôs a escopeta na traseira da caminhonete, onde estava seu cachorro. Bastou que o cachorro pisasse na escopeta que a arma disparou. O tiro pegou na perna do caçador e ele morreu por perda excessiva de sangue.

A imagem ilustrada na Globo.com não é cômica demais para um ‘jornalismo sério’? Que o humor fique por parte do público, não da imprensa, quando o caso é trágico.

Um caso muito parecido aconteceu em novembro, mas o caçador sobreviveu. A ilustração? Veja:

01184783600.jpg

•••