Ser reconhecido em toda a América Latina como o melhor time de futebol é um dos objetivos de quem disputa e vence a taça Libertadores da América. Mas a grande meta para os times latinos é conquistar o mundo, ao vencer o famoso mundial interclubes, agora chamado de Mundial de Clubes da FIFA. É a glória máxima para um time brasileiro, capaz de eternizar times fantásticos, como por exemplo, o Santos Futebol Clube, bicampeão da Libertadores e também bimundial nos anos de 1962 e 1963.

Mundial de Clubes da FIFA: Gols dos times brasileiros campeões

Campeões do Mundial de Clubes

Depois das conquistas do esquadrão liderado por Pelé e Coutinho, apenas outros 5 times do brasil tiveram o gostinho de sagrar-se campeões mundiais:

  • Flamengo-RJ (1981)
  • Grêmio-RS (1983)
  • São Paulo-SP (1992 e 1993)
  • Corinthians-SP (2000)
  • São Paulo-SP (2005)
  • Internacional-RS (2006)

Gols dos campeões

Sim, o Corinthians está na lista, afinal, o torneio de verão organizado pela FIFA em 2000 conta como Mundial de Clubes na estatística da entidade máxima do futebol mundial. O fato é que os times brasileiros davam pouca atenção à Libertadores e ao Mundial de Clubes até a década de 80, vide que somente o Santos de Pelé conquistou o bicampeonato nas duas competições. Ainda assim, muito pouco para o timaço do Santos nos anos 60, aquele capaz de aplicar goleadas históricas em qualquer time disposto a enfrentá-lo. Em jogos memoráveis contra o Benfica de Portugal (decisão de 1962) e Milan (disputa de 1963), Pelé e companhia tornaram-se reconhecidos mundialmente pela conquista dos títulos mundiais em sequência.

Somente em 1981, o coeso time do Flamengo, recheado de craques como Zico, Adílio, Nunes, Júnior e Leandro, colocou novamente um time brasileiro no topo dos clubes, ao bater o Liverpool da Inglaterra por 3 a 0, placar construído ainda no primeiro tempo. Pode-se dizer que a conquista por parte do time mais popular do Brasil despertou as outras equipes para a importância do Mundial de Clubes, disputado no Japão a partir daquele ano em formato de jogo único, até 2004.

Em 1983, foi o Grêmio de Porto Alegre, que alcançou a glória maior de sua história ao bater o time alemão do Hamburgo por 2 a 1, num jogo onde Renato Gaúcho só não fez chover e trouxe o título para o Tricolor Gaúcho.

Depois de quase uma década, foi a vez do São Paulo Futebol Clube conquistar dois títulos em sequência (1992 e 1993). Na primeira disputa, o clube paulista bateu o Barcelona do craque Stoitchkov, com 2 gols de Raí. Em 1993, num jogo dramático contra o Milan (Itália), o São Paulo conquistou o bicampeonato mundial, com direito a gol ‘sem querer’ do atacante Müller, dando a vitória à equipe brasileira por 3 a 2.

O Corinthians conquistou seu título de 2000 nos pênaltis contra o Vasco. Essa conquista ainda é muito contestada, pelo fato do Corinthians não ter sequer disputado a Libertadores para se credenciar à disputa e sim ter sido convidado às pressas pela FIFA.

Em 2005, o time são-paulino tornou-se o primeiro clube brasileiro tri-campeão mundial de clubes, ao derrotar o Liverpool por 1 a 0, em grande atuação do goleiro Rogério Ceni.

O Internacional de Porto Alegre igualou o feito de seu rival gaúcho ao conquistar o título contra o Barcelona, com o gol solitário de Adriano Gabiru e segurando a pressão do time catalão por todo o jogo.

Os dois últimos títulos citados dos clubes brasileiros se deram no atual formato do Mundial de Clubes da FIFA, reunindo os campeões continentais das principais federações do mundo (UEFA, CONMEBOL, CONCACAF, CAF, OFC, AFC).

Comente!