Os exames de imagem (raio-x, tomografia, ressonância nuclear) são parte essencial da medicina moderna e são um dos principais responsáveis pelo diagnóstico cada vez mais precoce de diversas doenças que podem acometer uma pessoa. Hoje, existem equipamentos avançadíssimos capazes de mostrar um órgão humano em até 4 (?) dimensões, tudo colorido. No caso das tomografias tradicionais, elas ainda são imagens em preto e branco, e apenas os médicos e profissionais de saúde conseguem interpretar as nuances mostradas por esse exame. Mas um médico chinês apresenta a mais recente novidade da área: a tomografia colorida.

O Dr. Kai-Hung Fung desenvolveu a técnica, apelidada por ele de ‘arco-íris’, onde ele acrescenta as cores de acordo com a tonalidade do exame. Sem nenhum efeito de Photoshop ou qualquer outro programa, a imagem gerada diretamente pelo terminal de tomografias em 3D sai como uma obra de arte.

Mas essa nem foi a intenção do Dr. Fung. Segundo o médico, o desejo dele era ter uma imagem que fornecesse informações mais claras para um diagnóstico mais conclusivo, tomando por base os exames feitos via tomografia. Com essa técnica, todos os componentes do órgão examinado aparecem de forma bastante clara, pois cada tecido, membrana, vaso sanguíneo aparece num tom de cor próprio. Como as imagens não recebem nenhum tipo de tratamento e são provenientes de pessoas diferentes, elas agregam uma beleza inigualável e original. Confira algumas dessas imagens na galeria abaixo:

Cavidade nasal

Coração

Membranas auriculares (ouvido interno)

Veias subcutâneas

Cordas vocais

Pulmões

Cerébro

Fonte: Obvious

•••