Aqui mesmo no PutsGrilo você já leu algumas postagens sobre recliclagem, ou seja, na transformação o lixo em algo útil. Mas não é o caso desse post, o designer Justin Gignac simplismente recolhe o lixo de Nova Iorque coloca em uma caixa de acrílico e vende.

garbage of new york city

A história começou, em 2001, quando um amigo de Justin o desafiou sobre a capacidade da embalagem em vender o produto. Justin, que é especialista em criar embalagens, aceitou o desafio e fez uma caixa de acrílico para comportar algo que ninguém nunca comparia: lixo.

Passado os anos, Justin Gignac já vendeu suas caixas de acrílicos contendo lixo de Nova Iorque para mais de 29 países e mais 1300 cubos já foram vendidos. E cada Garbage of New York City é vendido por 50 dólares.

Cada cubinho contendo o lixo é único. O lixo é recolhido, separado e colocado no cubo. Depois cada embalagem é assinada, numerada e datada, tornando-os perfeitos para quem quer seu pedaço da paisagem NYC.

Apesar de parecer uma arte meio sem noção, questões sobre o que é arte, sobre o consumo, poluição das ruas são levantadas. Até mesmo sobre o registro da cidade, sobre a capacidade do lixo de expressar e definir uma cidade também é posta em questão.

garbage of new york city

garbage of new york city

garbage of new york city

garbage of new york city

Fonte: New York City Garbage

•••