Não é novidade pra ninguém que o Instagram é uma redes sociais mais populares do mundo e com algumas das maiores taxas de engajamento. Por estes e outros motivos, a rede atrai a atenção de muitas empresas, instituições e personalidades interessadas em ganhar projeção e alcançar o maior número de pessoas, seja para aumentar as vendas, lutar por alguma causa ou até mesmo se autopromover.

E, para que isto aconteça, é fundamental que o perfil do seu negócio tenha uma quantidade significativa de seguidores. Com a enorme concorrência, no entanto, não é tão simples conquistar seguidores reais e cativos da sua marca. Pensando neste cenário, apresentamos algumas estratégias que qualquer pessoa ou negócio pode desenvolver para atrair um número maior de seguidores e, assim, conquistar sucesso na empreitada.

Estratégias para ganhar mais seguidores no Instagram:

  1. Foco na qualidade do conteúdo: Não tem como começar as estratégias sem pensar no conteúdo. Não adianta ter um perfil com milhares de seguidores se o seu conteúdo não for interessante para o seu público. O público vai embora e o perfil vai esvaziar. Quando citamos qualidade de conteúdo, não estamos nos referindo necessariamente a linguagem rebuscada, conteúdo super elaborado, caro e mirambolante. Conteúdo de qualidade significa conteúdo que o seu público tenha interesse. Nunca se esqueça que muitos influencers ganharam notoriedade com conteúdo que pode ser considerado de baixa qualidade para a maioria das pessoas, mas que fizeram muito sentido para o público deles.
  2. Conheça e dê atenção ao seu público: Interaja com quem tem interesse no seu conteúdo. Saiba o que eles querem. Pesquise. Receba feedback.
  3. Frequência: É importante também ter uma presença online que não seja escassa nem abusiva. É importante não deixar que o seu perfil caia no esquecimento, mas também ninguém aguenta ver um único perfil floodando sua timeline. Seja moderado.
  4. Use hashtags: Hashtags são fundamentais para alcançar aquelas pessoas que ainda seguem o seu perfil. As hashtags, além de terem seguidores próprios, aparecem como sugestões para os usuários. Cuidado também para não exagerar nas hashtags e soar como desespero, caindo no ridículo. Use tags com precisão e frequência, não em excesso. Para te ajudar a escolher as melhores hastags, use ferramentas como o app Magnify.
  5. Use todas as seções do app: Se você publicar no feed ou nos stories, não menospreze o poder de cada setor. É preciso entender a diferença de função de ambas (stories são publicações mais efêmeras, mais interativas e que permitem mais quantidade de conteúdo ao passo que o feed é composto por conteúdo mais estático, a interação se desenvolve de maneiras diferentes – comentários – e deve ser usado como conteúdo fixo, um arquivo público do seu conteúdo.
  6. Esteja atento às tendências: O que está bombando no Brasil e no mundo é fundamental que esteja presente no seu conteúdo, seja de forma direta ou indireta. E como saber o que está bombando? “Ouvir o seu público” é uma ótima estratégia. Mas também existem ferramentas que dão boas dicas. Uma delas é o Google Trends. Nunca menospreze o poder dessa dica.
  7. Analise dados e estatísticas: Os insights do seu perfil são fundamentais para você identificar o que está funcionando e o que pode ser melhorado. Avalie diariamente as estatísticas do seu perfil. Se o seu perfil é pessoal e não apresenta esses dados, que tal mudar para um perfil corporativo como “blog pessoal”, por exemplo.
  8. Use ferramentas de suporte: Já foram mencionadas algumas ferramentas de suporte ao Instagram que são fundamentais no processo de conquista de novos seguidores. Esteja atento às novas ferramentas disponibilizadas – com cautela para não em fraudes – e potencialize seu alcance. Para começar, que tal conhecer o Hootsuite?
  9. Compre seguidores: Se você já colocou em prática todas as orientações de como ganhar seguidores no Instagram e ainda assim não tem o número de seguidores desejado ou tem pressa para ampliar o número, um dos meios mais fáceis e rápidos é comprar seguidores. Para este caso, a recomendação é cautela na escolha da empresa contratada visto que algumas empresas vendem seguidores robôs ou perfis fakes, o que não gera o mesmo retorno para o seu negócio e sua conta pode ser bloqueada. Mas com atenção e cautela, é possível encontrar boas alternativas, inclusive gerando segmentação por sexo, região geográfica e áreas de interesse.

Agora que você já está com a cabeça fervilhando de ideias, mão à obra. Deixe aqui nos comentários suas dicas e dúvidas e vamos em frente.

Artigo Patrocinado

Apesar de ser um modelo antigo, os fuscas possuem um lugar especial no coração de muitas pessoas. Por isso, separamos uma seleção com 13 fuscas personalizados para quem ama esse modelo.

O fusca foi o primeiro modelo de carro produzido pela empresa alemã Volkswagen no início da década de 30, um dos modelos mais vendidos no mundo e, um carro que até hoje faz muitas pessoas suspirarem.

Durante os anos, além de ganhar fama por sua resistência e mecânica fácil e barata, ele também ganhou ficou conhecido por suas curvas arredondadas, curvas essas que inspiraram e ainda inspiram muitas pessoas a colocarem toda sua criatividade em prática.

Afinal, dificilmente quem tem um fusca pensa em vendê-lo, e sendo assim, por que não o customizar, transformando-os em um veículo único e lindo!? Muitas pessoas diante dessa pergunta não encontraram motivos para não colocar suas ideias em prática. A lista de 13 fuscas personalizados que você verá a seguir é um bom exemplo disso. Acompanhe.

13 fuscas personalizados para quem ama esse modelo

  1. Vermelho cereja com teto solar

Uma customização simples e completamente encantadora. Consegue imaginar como ele deve brilhar no sol!?

  • Rebaixado e com carroceria

Se você ama fusca, mas também gosta de picapes com carroceria aberta, essa é uma boa ideia de personalização.

  • Conversível

Se você gosta de fuscas, certamente já sonhou em ter um conversível. Literalmente uma pérola automotiva.

  • De renda

Não, você não leu errado. Essa pessoa realmente transformou a lataria do seu fusca em renda. Lindo, mas nada prático em dias de chuva.

  • Robusto

Já pensou em dirigir um tanque de guerra? E que tal um fusca de guerra? Olhe bem esse modelo e veja se ele não parece ter saído de um filme de ação.

  • Fusca ‘Mad Max’

Parece ter saído de um mundo pós-apocalíptico, como na história de Mad Max. Robusto, forte e grande. É interessante, mas já pensou procurar vaga no shopping para esse carro?

  • Pretinho ‘Básico’

Olhe de novo, pois esse fusca preto não tem nada de básico. Além do interior todo vermelho, ele ainda conta com um teto solar retrátil, maravilhoso.

  • Hot Wells

Não é possível expressar em palavras o que esse carro representa, mas certamente o dono dele é muito fã dos famosos carrinhos de brinquedo.

  • Limousine

Por que não transformar seu fusca em uma limousine? Aposto que muitas noivas vão querer chegar ou sair de seus casamentos nesse fusca.

  1. Off Road

Quem foi que disse que o fusca não pode ser Off Road, certamente nunca viu esse modelo personalizado.

  1. Fusca Jardim

Se você não dirige mais, mas não abre mão do seu fusca, transformá-lo em jardim pode ser uma saída sustentável e muito afetiva.

  1. Fusca moto

A agilidade e praticidade da motocicleta com o conforto do fusca. Tem que ser muito esperto para fazer uma coisa dessas.

  1. Versão 4 portas?

Esse modelo nunca foi produzido, mas se você conhecer um funileiro muito, muito bom, essa foto é a prova de que ele é possível!

Acima temos 13 fuscas personalizados para quem ama esse modelo. Você conhece mais algum modelo que não mostramos aqui? Comente sobre ele, afinal, nós também amamos esse modelo.

E se gosta tanto dele, você sabe tudo sobre o fusca? Então faça esse quiz sobre fusca e nos fale se realmente entende do assunto. Desafie seus amigos.

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org

Como é que poderão ser as primeiras cidades inteligentes do planeta? Estas são questões recentes com as quais arquitetos e engenheiros se tem estado a deparar. E desenvolvimentos recentes revelam que o estado do Ceará será o primeiro a receber a primeira cidade inteligente social do mundo.

À medida que as cidades tendem a crescer, é cada vez maior a necessidade de as transformar através da aplicação de tecnologia. Apesar das cidades serem os pilares econômicos do crescimento da nação, são também casos severos de ineficiência, uma vez que cada vez mais pessoas vivem nas mesmas. A inexistência de planos estratégicos para acomodar estas mudanças e o aumento da população tornam as estruturas ineficazes e incapazes de suportar os serviços necessários para todos. À medida que este crescimento se torna incomportável, cada vez mais as pessoas se sentem isoladas nesta selva de betão e as cidades tornam-se em lugares desagradáveis para se estar.

O entendimento geral de que as cidades inteligentes são um ponto crítico de viragem para tornar as cidades o ponto principal de possibilidades e crescimento económico começa a ser alcançado a nível global. No congresso recente Smart City World Congress,  a reunião de pessoas interessadas no tema trouxe como tópico para a mesa de discussão as cidades inteligentes, e atraiu mais de 20,000 visitantes e 400 oradores, que representam 700 cidades de todo o planeta.

A Huawei é o parceiro global para o evento e um número de cidades parceiras foram também reconhecidas pelo seu compromisso com a inovação. Um dos temas principais da Smart City Expo World Congress era determinar como as estruturas das cidades inteligentes poderiam funcionar no futuro e de maneira inovadora. A Huawei encontra-se na melhor posição para definir o futuro destas cidades, como um líder na criação de tecnologias que serão a infraestrutura das cidades inteligentes.

Como é que a cidade inteligente se deverá parecer?

Construir cidades preparadas para o futuro pode ser um processo estruturado num processo de quatro passos, desde os fundamentais da infraestrutura, nos quais as cidades agora embarcam:

-Infraestrutura: onde as cidades lançam nova e moderna infra estrutura ICT, para estabelecer a fundação do desenvolvimento digital económico.

-Segurança – Que cobre tanto o mundo físico como o virtual, é um passo necessário para assegurar que as aplicações mais críticas serão seguras.

-Digitalização – neste ponto a cidade vai ajudar as suas indústrias a atingir a digitalização, de maneira a que a cidade inteira seja unificada pela visão da cidade inteligente.

-Gestão – Este é o passo final e é o cérebro da cidade inteligente. Uma plataforma de gestão inteligente através da cidade que utilize inteligência artificial e aprendizagem das máquinas ao mesmo tempo que melhore os esforços dos gestores da cidade.

Este passo a caminho da cidade inteligente tem de ser utilizados de forma metódica e de forma a estabilizar uma forma de trabalho estável e adaptável e em que a tecnologia utilizada tem de ser apropriada para os projetos das cidades inteligentes.


As cidades inteligentes possuem muito potencial, mas precisam ser planejadas corretamente. Aí reside o desafio.

Manter-se a salvo em meio a tantos ataques de robôs e pessoas mal intencionadas na internet é quase uma guerra perdida. Para isso, existem diversas maneiras de se proteger e até de se resguardar, caso haja algum tipo de problema que você não conseguiu evitar.

Para evitar que haja qualquer problema no seu computador, é sabido que o ideal é que você tenha um bom antivírus atualizados e ativo permanentemente no seu sistema. Aliado a isso, você deve ter cautela nos links que clicar, programas que baixar, informações que transmitir.

Como todos sabemos que essas dicas já estão batidas e que, mesmo com todo cuidado, é possível que você caia em uma armadilha, não consiga se proteger de um ataque virtual ou até dê o azar de uma falha no sistema ou no seu hardware, a única maneira de estar resguardado contra qualquer ataque é ter um backup, uma reserva do seu sistema e dos seus arquivos, de maneira que, caso tudo esteja perdido, você ainda possa recuperar e sair ileso dessa. É a única maneira definitiva de estar protegido.

E, para isso, o PutsGrilo! recomenda o software EaseUS Todo Backup Home. O software é feito para rodar backup em PC e laptop, é simples e fácil de usar por qualquer usuário, mesmo aqueles que têm pouca intimidade com as Tecnologias da Informação e da Comunicação.

Para proteger seu sistema operacional e dados contra danos e recuperar tudo de forma rápida quando ocorrem desastres, você deve acessar a página da EaseUS Software e fazer o download.

Não se preocupe! O software custa a partir de R$105, mas pode ser baixado grátis por um período clicando em Teste Gratuito. Se você não gostar, basta desistir. 

Com o EaseUS Todo Backup Home, você tem as opções de Backup Completo (backup e recuperação de dados de EaseUS, diferenciais, incrementais e programados que realmente garantem a segurança dos dados), Backup do Sistema (backup do Windows), Backup de Disco/Partição (backups de HDD e SSD), Backup do Arquivo (documentos, fotos, músicas, vídeos, áudios, pastas de arquivos ou demais arquivos), Backup de E-mail do Outlook (guarda todos os e-mails no Outlook Express ou Outlook 2003, 2007, 2010, 2013, 2016) e Backup em Nuvem (armazenamento em nuvem através de serviços gratuitos como OneDrive, Google Drive e Dropbox com alta eficiência).

solução de backup e recuperação de EaseUS consegue ser eficiente em muito poucos cliques porque realiza a clonagem de seu sistema ou dados tanto internamente quanto para outros dispositivos de maneira muito simples.

Se você gosta de visitar lugares únicos, vai adorar essa lista que preparamos de vilarejos pelo mundo com suas características únicas. Confira aqui o que marca os habitantes desses lugares e se surpreenda!

Características únicas de vilarejos ao redor do mundo

Existem muitos lugares curiosos e com características únicas, que faz deles, especiais. Hoje você vai conhecer alguns vilarejos e aldeias espalhadas pelo mundo, que são reconhecidos por praticar determinada “coisa” que é considerada um tanto incomum, ao considerar que inclui toda a sua população. Veja!

1. Hokse, Nepal: quase todos os moradores têm apenas um rim

A característica principal desse vilarejo está no corpo de seus moradores, já que a maioria possui apenas um rim. Isso ocorre por conta da extrema pobreza em que vivem e encontram na venda de seus órgãos, uma solução temporária. Com isso, o lugar ganhou o apelido de “Vila do Rim”. Se quiser conhecer o vilarejo, fique atento para não ser confundido com um “vendedor” de rim.

2. Mawsynram, Índia: moradores andam com mini-canoa sobre a cabeça

Ao nordeste da Índia, um vilarejo chama muito a atenção por ser bastante úmido, tanto que ganhou o apelido de “Morada das Nuvens”. É reconhecido por ser o lugar em que mais chove em todo o mundo, com uma média anual de 11.873 milímetros. Cada morador conta com proteções que vão além dos conhecidos guarda-chuvas e que são construídos por eles próprios, os knups. Ou seja, eles são acostumados a andar com uma “mini-canoa” sobre a cabeça. Se você pretende conhecer o lugar, adquira já a sua mini-canoa!

3. Júzcar, Espanha: as casas dos moradores são todas azuis

Você curtiu o filme “The Smurfs”? Os moradores da aldeia escolhida como lugar da gravação do filme gostaram tanto que, mesmo após o término das gravações, continuaram com suas casas em cor azul. A Sony Pictures até tentou pintá-las com as cores de antes, porém, os habitantes se negaram e hoje a vila é caracterizada como um lugar totalmente azul. Aqui, a dica ao visitá-la é apenas contemplar o lugar com todas suas atrações turísticas e, pelo menos, ter um conhecimento da língua local. Você pode aproveitar para fazer um curso de espanhol gratuito para aproveitar mais a sua visita.

4. Yangsi, China: moradores anões

Além de ter cerca de 80 habitantes, a aldeia possui mais da metade de sua população formada por anões. Rumores que rodeiam a região culpam uma doença misteriosa que atingiu a aldeia, fazendo com que, especialmente, as crianças com idade entre 5 e 7 anos parassem de crescer, um fato que ocorreu há mais de 60 anos.

5. Ganxi Dong, China: todos moradores são especialistas em artes marciais

O lugar é pequeno e auto-sustentável, o que atraia muitos ladrões no passado. Para se proteger, os primeiros moradores contrataram especialistas em artes marciais para que todos pudessem se defender desses maus-elementos. O resultado é que todos os moradores são especialistas em artes marciais, especialmente em kung fu. A aldeia está localizada perto das montanhas de Tianzhu. Ao visitá-la, tome muito cuidado para não se ferir.

6. Shani Shingnapur, Índia: moradores não têm porta

Na maioria das casas e instituições, o vilarejo não tem porta, inclusive em banheiros públicos, que nesse caso, contam apenas com finas cortinas. Isso acontece devido a uma lenda de que Shani, um dos deuses, irá castigar, com sete anos e meio de azar, quem roubar ou cometer qualquer outro crime na vila. Se você preza pela sua particularidade, verifique o local em que irá se hospedar por lá antes de viajar.

7. Viganella, Itália: os moradores têm seu próprio sol

Um vilarejo que construiu o seu próprio sol, esse é o marco da pequena vila. Ela é rodeada por montanhas enormes, o que impede a luz solar de entrar. Então, o arquiteto Giacomo Bonzani, construiu um espelho gigante para refletir a luz solar para o centro da cidade. Essa é uma ideia que funcionou e o espelho colocado possui 40x8x5m, CxLxA, controlado por um sistema que rastreia o sol para refleti-lo. Se estiver visitando o lugar, deixe para se bronzear quando retornar ao Brasil.

8. Dementia Village, Holanda: todos os moradores sofrem de demência

É uma vila que fica perto de Amsterdã e que tem como característica própria, a demência em seus moradores. Os problemas mais comuns de doenças por lá são de memória e Alzheimer. Por incrível que pareça, possui mercados, correios e restaurantes funcionando normalmente, pelo menos ao primeiro instante, já que na realidade Dementia Village é uma espécie de clínica que conta com 30 profissionais da saúde, 23 casas e 140 pacientes. 

9. Slab City, Califórnia: moradores sem lei

A comunidade não podia ficar de fora, já que é famosa por não ter lei. “A Lajes”, é um lugar destinado a campistas e não possui qualquer infraestrutura para receber os visitantes, como água corrente, esgoto, eletricidade, instalações sanitárias e menos ainda, internet. Ao visitá-la, cuide-se!

Fontes: Aprender Espanhol – Babbel e Cidade sem lei – Notícias R7.